O resgate do Galo Forte Vingador no Horto e do apoio incondicional da Massa estilo anos 90

O Galo conseguiu uma importante vitória diante do São Paulo no Independência nessa última quarta-feira e sai de vez do grupo que luta contra o rebaixamento e se afirma no grupo que luta por vaga na Libertadores.

O Atlético fez um jogo impecável e já no primeiro tempo não deixou o São Paulo criar e ter oportunidades e sufocando o time paulista com várias chances de gol com Valdívia, Robinho e Fred.

Com um gol muito mal anulado pela arbitragem aonde a bola ultrapassou a linha do gol o Galo saiu do campo no 1° Tempo empatando com o São Paulo em 0 a 0, mas a vitória era questão de tempo, já que o time vinha jogando muito bem.

No início do 2° tempo venho a recompensa com pênalti sofrido pelo Valdívia e o cobrador oficial do time Fábio Santos marcou o seu 4° gol no Campeonato, mantendo 100% nas cobranças de pênaltis. Fábio Santos fez uma grande partida com a camisa do Galo e sendo destaque mais uma vez no ano.

O Galo ainda teve outro lance polêmico aonde foi um lance mais difícil, mas muitos aponta que também foi gol pela bola ter ultrapassado a linha de novo.

A arbitragem foi mal com esses erros crassos dos auxiliares.

O auxiliar adicional nunca tem acerto ou se manifesta em lances que deveriam ser de responsabilidade deles. Não é só nos jogos do Galo que isso aconteceu, se puxar no arquivo tem vários jogos no Brasil a fora que a bola ultrapassa e muito a linha de gol e os auxiliares adicionais bem posicionados e de frente para o lance não fazem nada cooperando para os erros desses lances.

Ninguém sabe a real função desses auxiliares adicionais no futebol, já que preferem se omitirem em lances cruciais das partidas de futebol.

O Galo teve grandes destaques no jogo como Felipe Santana mais uma vez jogando muito bem na defesa aonde anulou muito bem o ataque do São Paulo que teve apenas um lance claro no jogo inteiro com o Lucas Pratto no 2° tempo que resultou numa grande defesa do Victor que foi outro grande destaque do Galo, com poucas defesas, mas quando foi acionado estava muito bem posicionado.

A dupla de volantes do Galo foram impecáveis e foi o melhor setor do Galo na partida, o bom desempenho da defesa do Galo muito se deve as ótimas atuações de Adilson e Roger Bernardo na marcação do Galo.

Roger Bernardo foi o melhor jogador da partida, além de ir muito bem anulando o meio campo do São Paulo o volante ainda deu um ótimo passe para o Robinho que quase resultou em gol com defesa do Sidão e um erro de finalização sem goleiro do Fred.

O destaque dos volantes do Galo é uma mensagem para muitos que acreditam que dupla de volantes não pode ter dois volantes com característica de marcação.

Nos tempos recentes de glorias do Galo o time tinha dois volantes marcadores com Pierre e Leandro Donizete e todos sabem da importância deles nos títulos recentes do Galo.

Já os atuais volantes do Galo estiveram juntos nas duas melhores atuações do meio campo do Atlético no ano, na vitória contra o Cruzeiro pelo Campeonato Mineiro e no jogo contra o São Paulo no Campeonato Brasileiro, ambos jogos tendo o Adilson e o Roger Bernardo atuando juntos.

Outro grande destaque foi o meia Valdívia que tentou várias finalizações e sempre presente nos lances do ataque do time alvinegro.

Valdívia foi muito importante na pressão que o ataque do Atlético fazia no São Paulo.

Já o Robinho não foi tanto eficaz no ataque, deu um bom chute no passe do Roger Bernardo que quase resultou em gol, mas foi muito importante pela liderança dentro de campo incentivando os companheiros e mostrando muita entrega aonde até carrinho ele deu na partida mostrando muita garra e vontade.

Já Cazares foi apagado, espera-se mais do equatoriano que tem talento, mas que não mostra.

Cazares tem que ser cobrado pois pode oferecer muito mais ao Galo do que as atuações apagadas que vem tendo durante o ano e tendo apenas pequenos lampejos na temporada, o que é muito pouco para um jogador que tem qualidade como ele.

Já o Fred mais uma vez perdeu gol, e continua o jejum que ampliou para 12 jogos.

Rafael Moura entrou e deu um bom passe para o Robinho que perdeu um gol cara a cara com o goleiro Sidão que salvou o time do São Paulo na partida.

Clayton também entrou, mas não teve tempo de produzir muito no ataque.

Já Otero nos poucos minutos que entrou no jogo já fez mais que o Cazares durante quase toda a partida.

O venezuelano quase conseguiu marcar um gol no final do jogo aonde o goleiro são paulino fez outra grande defesa.

Um grande destaque na partida também foi o treinador Oswaldo de Oliveira que com toda sua experiência vem escalando os jogadores mais experientes do elenco e sendo fundamental na recuperação dos jogadores e também chamou a atenção da torcida convocando a Massa Alvinegra para ir no estádio e apoiar a equipe nos 90 minutos de jogo.

Oswaldo salientou a importância da torcida de apoiar a equipe aonde ela sempre teve grande força e participação nos jogos em casa e muitas vezes carregando o time na base dos gritos de apoio ao Atlético.

O que alguns torcedores que vivem apenas de cornetar criticando até apoio daqueles atleticanos que querem apoiar a equipe esses cornetas tem que entender que o apoio a instituição Clube Atlético Mineiro é fundamental para o Galo assim como foi na partida e não adianta nada querer cobrar e até protestar dos jogadores durante o jogo, pois como o próprio Oswaldo de Oliveira disse isso só serve para apoiar o time adversário e atrapalha o time do Galo dentro da partida.

O velho estilo da Massa do Galo dos anos 90 e 2000 de apoiar a equipe nos 90 minutos de jogo foi resgatada nessa partida pelos grandes atleticanos que foram no estádio a fim de apoiar o Clube Atlético Mineiro que está acima de qualquer jogador ou dirigente, pois o maior patrimônio do Clube sempre foi a torcida e essa característica da Massa jamais pode ser perdida e essa nova geração de torcedores tem que ter consciência disso e de sua grande importância.

Jamais critiquem os atleticanos que querem apoiar o Clube Atlético Mineiro e sigam a lição desses guerreiros que foram no estádio e deram um show de apoio ao Galo.

O sonho da vaga na Libertadores começa a ficar mais real e deixando de vez o assunto de lutar para não cair. Com 37 pontos e na 9° colocação o Galo entra de vez no grupo que almeja essa vaga na Liberta 2018.

Vamos seguir apoiando a instituição Clube Atlético Mineiro para conseguir nosso objetivo nesse Campeonato Brasileiro.

Aqui é Galo sempre!


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square